bem vindo! html7

ENTREVISTA - NOVIDADES SOBRE O ÁLBUM NATALINO "WONDERLAND"


Confira abaixo a tradução de um bate papo via telefone de Sarah com a equipe do Ottawa Citizen, na qual ela fala sobre como foi trabalhar no novo álbum natalino (que se chamará "Wonderland") com a banda Half Moon Run, sobre o processo de gravação de seus álbuns, projetos da SoM e sobre a venda de sua casa em Whistler, Columbia Britânica.

--
Quando Sarah McLachlan esteve em Ottawa no ano passado para receber uma premiação no Governor General’s Performing Arts Awards, pôde assistir à apresentação da banda Half Moon Run durante a premiação. O som da banda de rock chamou sua atenção.

"Eu fiquei tipo... quem são esses caras?", disse McLachlan entusiasmada em uma recente entrevista telefônica. "Eles eram muito bons, eu saí e comecei a ouvir todas as músicas deles".

A estrela ganhadora de Grammys deu um passo a frente e convidou os jovens músicos para gravar um álbum com ela e seu produtor de longa data, Pierre Marchand. É um projeto natalino, que se chamará "Wonderland", com lançamento previsto para o próximo outono, que contará com a Half Moon Run apoiando Sarah em uma seleção de músicas favoritas da temporada natalina. 

Toda essa experiência parece tê-la energizado.

"Eles são uns amores", diz Sarah parecendo uma mãe orgulhosa enquanto fala sobre sua nova banda favorita. "Eles são tão amáveis, e nunca vi uma banda se entrosar tão bem. São muito educados, comunicativos e incrivelmente talentosos".

Claro que ainda é muito cedo para falar do novo material. Enquanto isso, Sarah está trabalhando em uma turnê de verão, sua primeira já há algum tempo. McLachlan geralmente costuma passar os verões com suas filhas, que estão com 14 e 9 anos agora. Dessa vez, elas estarão viajando nessa "excursão" que está por vir, que inclui três shows em festivais canadenses, seguidos por uma turnê pelos Estados Unidos com Josh Groban. As datas marcam as primeiras apresentações do tipo desde os dias da Lilith Fair, nos anos 90.

Apesar da possibilidade do rigoroso tempo e do desafio de equilibrar família e trabalho, ela está ansiosa pelas aventuras. Suas filhas mal podem esperar. "Será um pouco de malabarismo, mas vamos nos divertir. Será como um acampamento especial para elas", McLachlan diz. "Estaremos em uma cidade diferente a cada dia, e haverá hotéis, piscinas, serviços de estadia e museus de ciência".

McLachlan ainda está fazendo alguns shows da turnê de seu último álbum lançado em 2014, Shine On, e não tem planos de expandir seu repertório com músicas de jazz nas apresentações nos festivais que estão por vir. "Obviamente, não sou uma cantora de jazz", ela diz. "Seria constrangedor, porque sou terrível nisso. Vou fazer o que já sei como fazer".

O que ela já sabe como fazer são suas lindas canções emotivas, geralmente no piano, cantando com uma voz que parece com um anjo. Ela diz que sempre está trabalhando em novas músicas, e está levando em consideração lançá-las antes de ter músicas o suficiente para lançar um álbum completo. (Sua recente separação do namorado Geoff Courtnall, ex jogador de hóquei da NHL, pode ter influenciado suas composições).

"Estou pensando em talvez não esperar por um álbum", ela diz. "Por que eu deveria esperar dois anos para ter um álbum cheio de material novo? Se tenho uma música e quero divulgá-la, simplesmente farei isso. Há muito pressão para elaborar um álbum completo, e levo muito tempo para fazer isso. Tenho muitas outras ideias na lista".

Além das filhas e da preparação para a turnê, Sarah recentemente expandiu a SoM, que agora possui unidades em Surrey e Edmorton. "Levou três anos", ela diz sobre os planos de expansão. "Faços as coisas bem devagar e metodicamente para ter certeza de que está tudo em seu devido lugar e ter atenção  sobre o controle de qualidade."

Um dos objetivos com a escola de música é ensinar as crianças a se valorizar, assim como valorizar a música. "Não é só educação musical, são as grandes coisas que a música propõe, como confidência, auto valorização e reconhecimento do mundo emocional de cada um e das outras pessoas, sobre empatia e compreensão." 

"Tentar ensinar o valor das coisas às crianças e adolescentes que tem acesso a tudo é um grande desafio. Isso (valor) acontece conforme ganham maturidade. Acho que isso é algo que temos que continuar a valorizar em nós mesmos".

Outro item em sua lista de tarefas é vender sua casa de veraneio em Whistler que custa cerca de $1,3 milhões, a qual ela concluiu após o divórcio.

"É algo ridículo, digo, é linda, enorme e gloriosa, mas eu já ficaria feliz com algo menor do que tenho lá. Não preciso de uma casa tão grande. É três vezes maior que minha casa em Vancouver".
--

Créditos: solaced.info | Foto: Kharen Hill

# Compartilhe