bem vindo! html7

ESPECIAL 20 ANOS DE LILITH FAIR!


Há 20 anos atrás, Sarah, o gerente de sua gravadora Nettwerk Terry McBride e Dan Fraser fizeram o festival acontecer, com um mapa de 35 cidades na turnê e mais de outras 60 cantoras abalarando a indústria da música e conduzindo a massa.

O conceito de colocar mais de uma mulher em uma mesma turnê convencional era, acredite ou não, considerado uma coisa radical na época. "Aquela ideia acendeu uma chama em nós", diz Sarah sobre o pensamento "duas mulheres no mesmo palco é muita coisa" dos veteranos da música. "Esse pensamento estúpido se tornou o nosso banner!"

O lineup do primeiro ano incluía Sarah McLachlan, Suzanne Vega, Sheryl Crow, Tracy Chapman, Jewel, Paula Cole, Mary Chapin Carpenter, Fiona Apple, Joan Osborne, The Cardigans, Emmylou Harris, Lisa Loeb, Indigo Girls, Shawn Colvin eIndia.Arie, Cassandra Wilson, Dido, Victoria Williams, Beth Orton, Patty Griffin e Juliana Hatfield. O evento foi um grande sucesso financeiro e provou à indústria da música que as cantoras reunidas para uma turnê teriam sim boa venda de ingressos.

Em eventos posteriores, o lineup contava com Raitt, Des'ree, Erykah Badu, Garrison Starr, as então desconhecidas Idina Menzel, Neko Case, Sinéad O'Connor, Sheryl Crow, Queen Latifah, Tegan and Sara, Susan Tedeschi, Nelly Furtado, Liz Phair, Mya, Luscious Jackson e Monica.

Sarah diz: "Lilith era simplesmente essa ideia maravilhosa de reunir todas as mulheres para que se tornassem uma só força. Não queríamos competir umas com as outras. Viemos todas de um lugar de amor, alegrias e necessidade de criação." E completa que o renascimento da turnê em 2010 fracassou porque "todas aquelas mulheres que vinham nos assistir estão casadas e com filhos agora, e não vão encarar uma fila enorme o dia todo e pagar $150 por isso.".



Lilith Fair teve início por conta de um 'bloqueio' de Sarah para compor
A ideia já havia surgido antes naquele mesmo ano, quando McBride estava procurando uma forma de encaixar Sarah novamente na estrada depois de um extenso hiato que veio em seguida da turnê do álbum Fumbling Towards Ecstasy. "Ela chegou em casa exausta, entrou num período de hibernação de 9 meses e não queria fazer mais nada musical. Então Dan e eu dissemos 'Você tem que voltar -- que tal fazer alguns shows no verão?'".

Sarah concordou, mas insistiu que alguma das datas teriam que incluir alguma headliner feminina, e em 14 de setembro de 1996, o teste beta do que mais tarde se tornaria a Lilith Fair nasceu em Vancouver. Essa prova funcionou no caminho para uma eventual corrida de três anos que não só provaria que as mulheres renderiam uma boa venda de bilheteria, como também arrecadariam mais de de US $ 10 milhões para a caridade e proporcionariam um palco para algumas estrelas em ascensão no futuro.




A Lilith Fair poderia retornar...
Sarah ainda acredita que "a Lilith poderia retornar e dar certo hoje, mas Adele, Taylor (Swift) ou Beyoncé teriam que arcar com isso.".

Outra participante da Lilith Fair, Bonnie Raitt, disse que "há uma geração de mulheres que não se lembra da Lilith, e é preciso que o festival seja lembrado. Não era apenas pela música; estava cruzando todos os problemas e causas, e toda a vibe disso era tão forte... foi revolucionário.".

O festival também inspirou quem ainda estava engatinhando no mundo da música em 1997. "Eu tinha 1 ano de idade quando a Lilith começou", diz Alessia Cara. "Ouvi algo sobre a Lilith quando já estava mais velha, e então comecei a assistir  as entrevistas com todas aquelas grandes mulheres inspiradoras... agora vemos mulheres apoiando outras mulheres, e isso só aconteceu graças a coisas como a Lilith Fair.".


Entrevista com formato de bate-papo
Para celebrar os 20 anos da Lilith Fair, a Glamour Magazine entrevistou Sarah, Ashwin Sood (o ex- marido de Sarah), o produtor Terry McBride, e algumas das outras artistas que participaram do festival, como Suzanne Vega, Sheryl Crow, India Arie, Natalie Merchant e muitos outros. A entrevista está cheia de reflexões sobre o quão longe o festival foi.

Confira a entrevista na íntegra neste LINK.


Fonte: glamour.comabcnewsradioonline.com / stereogum.com

# Compartilhe